Tudo o que precisas saber sobre Broken Links

Já alguma vez clicaste num link e deparaste-te com uma página de erro 404? Esse é um exemplo de um broken link, ou seja, um link quebrado. Num site, broken links podem tornar-ser um problema sério em termos de SEO e claro, para a experiência de quem visita o teu site.

Neste artigo, vou explicar-te o que são, os diversos tipos (sim, podem existir diversos tipos), a importância de resolvê-los para o SEO do teu site e como podes fazê-lo.

Pode parecer um assunto demasiado técnico, mas é de extrema importância, portanto não podes ignorar. Vou manter a linguagem o mais simples possível para que possas acompanhar tudo.

O que são?

Broken links são links que estão quebrados e, portanto, não funcionam. Isso pode acontecer por diversas razões, como mudanças na estrutura do site, mudanças de endereço, erros ao escrever o url, ou simplesmente links que não foram atualizados.

Quando um visitante clica num destes links, deverá ser redirecionado para uma página de erro 404 (pelo em todos os sites criados pelo BarbaraDesigns isso acontece!), que significa que a página de destino daquele link não foi encontrada.

Tipos de broken links

Mas há mais do que um tipo de broken link? Sim, há! Na prática pode parecer o mesmo, mas a origem é diferente. Deixo aqui alguns exemplos:

  • Internos – são links que apontam para páginas dentro do teu próprio site.
  • Externos – são links que apontam para páginas fora do teu site.
  • Em imagens – são links que apontam para imagens que não estão disponíveis.
  • Em arquivos – são links que apontam para arquivos, como PDFs por exemplo, e que não estão disponíveis.

A importância de identificar e resolver os broken links

Ignorar a presença deste tipo de links no teu website pode prejudicar o SEO de várias maneiras. Por exemplo:

  • Redução da autoridade do site
    Quando o Google encontra broken links num site, ele entende que o site não está a ser mantido com cuidado.
    Isso pode levar a uma redução da autoridade do site, e por consequência afetar negativamente a classificação nos resultados de pesquisa. Niguém quer isso! 🙂
  • Prejudica a experiência de quem visita o teu site
    Quando um visitante clica num broken link, é redirecionado para a página de erro, o que pode ser frustrante e levar a uma perda de tráfego.
    Nem todos os visitantes do teu website são pacientes e podem simplesmente ir embora. #heartbroken

Sabias que os clientes WCP recebem todos os meses uma lista completa dos broken links nos seus sites? Nesta lista, tens disponível o tipo de erro, qual o link que deixou de funcionar e onde se encontra no teu site. Só por isto, já vale a pena subscrever o serviço de manutenção do BD.

É claro que também existem ferramentas online que te permitem verificar a existência de broken links no teu website. Como por exemplo, o Broken Link Checker ou o Screaming Frog.

Mas afinal como podes resolvê-los?

Bom, se a lista não for extensa – até 10 – podes fazê-lo manualmente. Mas e se forem mais que 10? Nesse caso, o melhor é recorreres a um plugin para tal:

  • Broken Link Checker
    Este plugin verifica automaticamente todos os links no teu site e avisa quando encontra um link quebrado.
  • Velvet Blues Update URLs
    Este plugin permite que atualizes links quebrados em massa, economizando tempo e esforço.
  • Redirection
    Este plugin permite redirecionar links quebrados para páginas válidas, o que pode ajudar a preservar o tráfego e a autoridade do site.

Conclusão

Broken links no teu website pode ser uma verdadeira dor de cabeça, mas isso não quer dizer os devas ignorar. Muito pelo contrário!

Se o fizeres, estarás a prejudicar a experiência de quem visita o teu site e o seu SEO. É importante verificar regularmente e corrigir qualquer problema o quanto antes. 

O BarbaraDesigns pode ajudar-te nestas tarefas, quer seja através do Website Care Plan quer seja através do Suporte Técnico.

Agora diz-me:

Tens broken links no teu website?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Neste artigo

Partilha este artigo
Outros artigos do teu interesse
As minhas recomendações
Fica a par das novidades

Newsletter

Que tal seres a primeira a receber as novidades sobre Web Design, websites WordPress e empreendedorismo digital?