O uptime é importante para o teu negócio?

Nota: este post contém links afiliados

O uptime e o downtime do teu website têm uma relação direta com a saúde do teu negócio.

Já deves ter notado que vives numa era dominada pela tecnologia, o que está diretamente relacionado com o teu sucesso, quer queiras, quer não.

Não significa que tenhas de ter tecnologia de ponta a funcionar para o teu projeto vingar, mas quanto mais eficiente for, melhor.  

 

Mas por que motivo o uptime é importante?

Quem diz uptime, diz downtime. São termos opostos, mas que permitem que cheguemos à mesma conclusão.

O uptime do teu site é o tempo em que o teu website ou loja online estão disponíveis, num determinado período de tempo.

Pelo contrário, o downtime corresponde ao tempo em que o site está, como costuma dizer-se, “em baixo”.

Ora, o tempo em que o teu website não está disponível pode custar-te dinheiro e não só.

Tem que ver com reputação na internet e com a visibilidade nos motores de busca (como Google, por exemplo).  

  1. Impacto no retorno;
  2. Reputação afetada;
  3. Visibilidade prejudicada.

 

Eis o motivo pelo qual deves monitorizar o uptime/downtime

Em primeiro lugar, queres garantir que o teu site está online e de boa saúde.

Para isso, convém que tenhas um bom alojamento (se precisas de ajuda com isto, tens aqui um artigo sobre o assunto).

É que ter um site que esteja sempre, ou o máximo de tempo a funcionar, vai salvaguardar o teu serviço e a tua autoridade na internet.

Se alguém tenta pesquisar algum assunto relacionado com o teu negócio e o teu site está off, imaginas a deceção, correto?

E agora imagina que tens uma webshop. Clientes a quererem comprar, mas sem sucesso, já que está tudo em baixo.

Ambas as situações vão pôr em causa a qualidade do teu serviço. Especialmente, se a situação se repetir várias vezes ou por muito tempo.

Assim, se monitorizares com regularidade o teu uptime, chegarás a conclusões muito úteis acerca do tempo em que estás em baixo (downtime) e terás oportunidade de corrigir falhas no sistema ou mesmo de reclamar com o teu fornecedor de serviço de alojamento.  

O uptime perfeito seria de 100%, mas está mais do que assumido que 98/99% são um uptime ótimo.

Sejamos francos: há sempre pequenas falhas ou necessidades do próprio sistema que obrigam a ligeiros períodos de downtime.

E, a seguir, explico-te porquê.

 

Portanto, os websites “vão abaixo” porquê?

Por dezenas de motivos.

Tanto pode ser o alojamento, como referi acima, como outras situações, tais como:

  • Problemas com o código do teu site;
  • Ataques de hackers (sim, os sites com menos expressão também sofrem ataques);
  • Manutenções (devem acontecer em horários menos concorridos);
  • Picos de tráfego (assim quando, de repente, chega uma data de gente ao teu site).

 

Algumas situações são, diria mesmo, inevitáveis.

É óbvio que uma manutenção vai implicar alguns minutos de downtime. Mas dentro do aceitável, claro.

Quanto aos picos de tráfego, tudo vai depender do que se passa no teu negócio.

Imagina que estamos na altura da Black Friday e que tens campanhas a decorrer na tua loja online?

Claro que poderá haver um pico de tráfego e sim, isto poderá afetar o desempenho do teu site.

Agora, é preciso perceber se se tratam de momentos especiais ou de algo recorrente.

Sendo recorrente, talvez precises de maior robustez no sistema que faz o teu site funcionar.

 

Como podes monitorizar o uptime do teu site?

Aqui, no BarbaraDesigns, o serviço de manutenção (Website Care Plan) poupa-te desta preocupação porque, além de todas as atualizações, também analisamos o uptime/downtime do teu site. Logo, no relatório a que tens acesso todos os meses, saberás quanto tempo este o teu website em baixo.

Spoiler alert: os sites alojados no SiteGround apresentam uptimes de 99%. O que significa que é um alojamento no qual podes confiar, ou não o recomendaria, de todo.

 

Porém, podes monitorizar através de várias ferramentas online, umas gratuitas, outras pagas:

  1. Uptime Robot
  2. Pingdom
  3. AdminLabs
  4. Uptrends
  5. Apica

 

Há muitas mais ferramentas semelhantes. É uma questão de avaliares as tuas necessidades e os preços, claro.  

 

Concluindo…

Há dezenas de ferramentas online onde podes monitorizar o tempo em que o teu website esteve disponível ou que esteve em baixo.

Importante é monitorizar com alguma regularidade, para teres a certeza de que não estás a perder dinheiro e oportunidades para o teu negócio.

Teres o teu website bem protegido, de boa saúde e com um bom alojamento pode ser determinante para tudo isto. Por isso, avalia bem as opções no mercado e, caso decidas obter ajuda para a manutenção do teu site, já sabes que o Website Care Plan do BarbaraDesigns está aqui para ti!  

 

Um beijinho,

Bárbara

Fica a par das novidades

Newsletter

Que tal seres a primeira a receber as novidades sobre Web Design, websites WordPress e empreendedorismo digital?

Este site usa cookies para garantir que obtém a melhor experiência no nosso site.